Ferrari: 70 anos de paixão motorizada.

Num dia que prometia ser como qualquer outro dia em Braga – acordar, ir para o trabalho, ir jantar à Belga, dormir – eis que uma chamada de um número desconhecido entoa pela minha rotina: Era o Salvador Patrício Gouveia, um dos directores do Museu do Caramulo.

Para contextualizar: Algumas fotos de automóveis que tenho vindo a tirar por diversão foram parar ao Airows, daqueles blogs conhecidos de lifestyle com cenas que mandam pinta, tipo relógios caros, destinos de férias e raparigas que só existem nos sonhos molhados. O Salvador decidiu contactar-me a partir das minhas fotos de clássicos que viu lá, mas quando me ligou só falava em mulheres: 512M para aqui, 250 Lusso para ali, 500 Mondial não sei o quê. Eu disse-lhe que não gostava de MILFs (apesar de gostar de ruivas), mas ele insistiu e sendo eu um fácil, aceitei ir fotografar a inaguração da exposição “Ferrari: 70 anos de paixão motorizada”, no Museu do Caramulo.

10.jpg

Passado uns dias e depois de trocar alguns e-mails, chegava ao Caramulo, um sítio pelo qual nutro um carinho especial. Afinal de contas, foi neste local que surgiu a minha paixão pelos clássicos.
Uma viagem normal de Braga ao Caramulo duraria cerca de 2h, se não fosse de Starlet. Mas como eu fui de Starlet, acrescentei a taxa normal aplicável de +1h, o que me fez sair do Norte às 8h30 para chegar ao Caramulo pelas 11h30, completamente esfomeado e com o rabo da forma do banco.

Já no museu, fui recebido pelo Salvador, ainda meio acelerado com os preparativos finais para a abertura da exposição, apenas a uma horas de acontecer. Aproveitei este tempo para visitar a exposição de brinquedos antigos e registar alguns momentos do making of entre os Ferraris. É delicioso observar a cumplicidade existente entre o detailer e o automóvel, mesmo durante este momento de stress. Neste caso, entre a equipa de auxiliares estava o Helder Correia, o actual responsável pelas verificações históricas do museu e verdadeiro connaisseur automóvel. Um rapaz que tive o prazer de conhecer no stand do museu, no último AutoClássico no Porto, em 2016.

1.jpg

Depois de uma grande almoçarada no Restaurante Marte, como manda a lei dos clássicos, com umas Boémias e Bacalhau à Lagareiro, ainda tive tempo para fazer uma rápida visita à exposição permanente do Museu, onde podemos encontrar várias viaturas que fazem parte da história mundial e nacional do automóvel, como as viaturas usasdas por António de Oliveira Salazar, ou ícones intemporais como Lamborghini Miura SV, Lotus Europa, Porsche 356, Lancia 037 entre outros.

Com o aproximar das 17h, era notória a concentração de visitantes no Hall de entrada, alguns vindos de Tondela, alguns vindos de Faro. Isto seria o perfeito indicador para explicar como esta exposição bateria todos os recordes de audiência de exposições do museu, conseguindo mais de 1000 visitas nos primeiros 7 dias de exposição. Foi um ano inteiro a preparar este momento, e o sucesso foi imediato.

6.4.jpg

Quero dar um agradecimento especial ao Salvador, assim como a todo o Staff do Museu do Caramulo, por serem sempre tão impecáveis comigo e pela oportunidade de poder fotografar tão fogosas máquinas. Não há quilómetros suficientes que me demovam de mais uma visita.

A exposição está patente no Museu do Caramulo até 29 de Outubro, e é de visita obrigatória para qualquer amante dos automóveis.

Podem ver as restantes fotos no meu portfólio: Ferrari: 70 Years of Motoring Passion

Anúncios

2 thoughts on “Ferrari: 70 anos de paixão motorizada.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s