Os anos 60 no Braga Racing Weekend

Breves momentos após ter lançado o apelo no grupo de clássicos com o slogan mais fixe de todo o facebook, o Clássicos na Pista, recebi o apoio imediato de um amigo que desejava conhecer pessoalmente fazia algum tempo: José Mota Freitas, piloto no Campeonato Nacional de Clássicos 1300, e companheiro de redação na Topos & Clássicos.

O combinado era simples: Eu levaria os anos 60 até ao Vasco Sameiro, e se o famoso Mini vermelho não estivesse na pista (e se eu conseguisse entrar nele) estaria totalmente disponível para umas fotos com o equipamento cedido pela Boys Ran Fast. Outro objectivo deste dia seria também ambientar-me ao fato que vou ter que usar durante 3 dias em Goodwood.

Na véspera, uma dor de garganta ameaçadora inibiu-me de ir à noite branca em Braga, que tal como o Racing Weekend (e outra coisa qualquer com avionetas no Porto), decorreu durante este fim de semana. Portanto, Sábado (para mim) começou cedo: Preparar o fato, detalhes finais e uma visita rápida ao circuito Vasco Sameiro para efectuar o Check-in, evitando a confusão da tarde. Por esta hora, os meus companheiros de aventura estariam ainda a sonhar com calças brancas coladas a rabos femininos, ou a ressacar, ou mais provavelmente ambos.

Quem esteve a cargo da fotografia foi o amigo de Universidade e co-worker na gen, Diogo Louro (links nos agradecimentos). Igualmente a aquecer as mãos, literalmente, esteve outro amigo de longa data, Miguel Freitas, e outro co-worker, o Cristiano Loureiro, ambos aficionados por automóveis, apesar de gostarem de Renaults e BMWs.

_DSC1034

_DSC0985

_DSC1029

_DSC1015

Fato de Macaco: Dunlop Racing Suit
Luvas: Daytona Driving Gloves
Boina: Linen flat cap
Relógio: Komono Magnus The One


Com o trabalho feito, e sob um calor tremendo, seguiu-se a segunda parte do dia: Beber minis, e o Club’s Parade do Racing Weekend.

Imaginem soltar umas boas dezenas de carros e condutores casuais carregados de testosterona num circuito durante 1h30 sem pacecar nem regras. Impensável não é?

DIO09664

DIO09539

DIO09525

Impensável mesmo. Só em Braga.

-“Nas bandeiras amarelas não se pode ultrapassar, pois não?”
-“Eeer, nos cortejos de clássicos supostamente também não.”



Agradecimenos (mesmo muito) especiais:

Dresscode – Boys Ran Fast
Carro – José Mota Freitas
Fotografia – Diogo Louro
Voluntários à força – Miguel Freitas e Cristiano Loureiro

Anúncios

5 thoughts on “Os anos 60 no Braga Racing Weekend”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s